Serviço de Formação, Educação, Cultura e Desporto (SFECD)

Jogos do Alto Alentejo XV (2016)

Este projeto vai, cada vez mais ao encontro da população natural e envolvente no Norte Alentejano, captando para esta iniciativa, atletas de todas as idades. Depois das reduções orçamentais e de uma remodelação desta iniciativa, o aumento do número de participantes, principalmente nos pilares destinados à população sénior e às crianças do 1.º Ciclo do Ensino básico, são factores bem elucidativos desse mesmo sucesso.

APRESENTAÇÃO

CALENDÁRIO

FICHAS DE INSCRIÇÃO

REGULAMENTOS

Classificações

Objetivos, Espirito e Organização

OBJETIVOS

Responder a necessidades concretas dos diferentes grupos populacionais, no domínio da melhoria da saúde, da integração social e da afirmação individual e colectiva das capacidades dos participantes;

Orientar a organização das diferentes actividades por princípios de natureza formativa e cultural, contribuindo para a humanização da prática desportiva e lutando contra a tendência actual da sua degradação (violência, "doping" e falta de espírito desportivo);

Promover a organização de um vasto quadro de actividades abertas a todos, com qualidade cultural, formativa e técnica e com finalidades de integração social e de formação individual e colectiva.

Contribuir para o desenvolvimento desportivo e cultural da região, procurando corrigir assimetrias que nela se exprimem e implantando um processo de melhoria progressiva da qualidade técnica das actividades.

Contribuir para a dinamização das estruturas associativas, clubes e colectividades da região, organizações de juventude, de idosos e deficientes, da estrutura federada regional, das escolas e de outras organizações públicas e privadas.

Apostar numa melhor qualificação dos técnicos dos Municípios Associados, através das acções de formação e cursos.

ESPÍRITO

Adopção de um comportamento correcto para com os outros participantes, dentro e fora do recinto de jogo.
Exclusão de comportamentos inadequados, no decursos das actividades, considerando qualquer manifestação de violência como inaceitável.
Considerar que o dirigente, o treinador e o árbitro, assumem uma tarefa formativa fundamental e indispensável no desporto.
Considerar que os responsáveis pela inscrição dos atletas e equipas, assumam o compromisso de se recusarem a utilizar qualquer tipo de fraude.

ORGANIZAÇÃO

A organização dos JNA é inteiramente assegurada pela CIMAA e Municípios Associados. O processo organizativo assenta em dois princípios fundamentais:

A coordenação de esforços entre as entidades do Norte Alentejano que, directa ou indirectamente, estão ligadas ao desporto (movimento associativo, Autarquias Locais, sistema de ensino, etc.)
A descentralização da organização de forma a garantir a participação das localidades, das freguesias e dos concelhos (áreas de intervenção das associações).

As edições dos JNA organizam-se em três fases, consoante as modalidades:

Freguesia:

Apuramento das melhores equipas de cada freguesia através de torneios realizados pelo movimento associativo, com apoio da autarquia;

Concelhia:

Apuramento das melhores equipas de cada concelho através de torneios realizados pelo movimento associativo, com o apoio da autarquia;

Distrital:

Área de intervenção da Associação de Municípios do Norte Alentejano e município onde se realiza a actividade.

 

 

junho 2017
D Sb
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1

PROJETOS EM DESTAQUE

Links Úteis - SFECD

Newsletter